Fundo Soberano

Criado em 2019, com base nos recursos oriundos da exploração de petróleo, o Fundo Soberano do Estado do Espírito Santo (Funses) traduz o compromisso assumido pelo Governo com o desenvolvimento futuro do Espírito Santo. Para cumprir esse objetivo, o Fundo se associará a empreendimentos estratégicos, e deve receber entre R$ 400 milhões e R$ 500 milhões por ano. Assim, parte das receitas obtidas no presente será utilizada para garantir a continuidade do desenvolvimento estadual, depois que as atuais reservas se esgotarem.

Também criado em 2019, o Fundo Estadual para o Financiamento de Obras e Infraestrutura Estratégica para o desenvolvimento do Estado do Espírito Santo tem como objetivo viabilizar a realização de projetos fundamentais para o crescimento econômico capixaba. Assim como o Fundo Soberano, também está lastreado pela receita decorrente de acordo firmado entre o Governo do Espírito Santo, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e a Petrobras, que garantiu ao estado cerca de R$ 1,5 bilhão em valores retroativos.