Incentivos

A Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico (Sectides) atua como interlocutora entre os setores produtivos para ampliar a competitividade da economia estadual, atrair novos negócios e potencializar as atividades já instaladas.

É responsável também pelo desenvolvimento de programas de incentivo fiscal de apoio ao investimento, previstos em legislações próprias, como o Compete-ES, Invest-ES e Gerar.

INCENTIVO FISCAL ESTADUAL

Invest-ES e Compete-ES

O Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo (Invest-ES) e o Programa de Desenvolvimento e Proteção à Economia do Estado do Espírito Santo (Compete-ES) têm por objetivo promover a modernização e o aumento da competitividade dos setores produtivos. Em contrapartida aos incentivos tributários, com ênfase na redução das desigualdades sociais e regionais, os empreendedores se comprometem com a renovação tecnológica, a geração de empregos, a integração com instituições de ensino, a qualificação da mão de obra e o aumento de sua participação no mercado local.

Para mais informações, acesse:

Invest-ES: https://inovacaoedesenvolvimento.es.gov.br/invest-es

Compete-ES: https://inovacaoedesenvolvimento.es.gov.br/compete-es

Business Intelligence (BI) demonstrando os impactos e efetividade dos incentivos tributários em alcançar os objetivos de desenvolvimento social e econômico pretendidos.

Baixar os dados em XLSX

INCENTIVO FINANCEIRO ESTADUAL

Fundepar

O Fundo de Desenvolvimento e Participações do Espírito Santo (Fundepar), vinculado ao Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), é um instrumento para atração de novos investimentos produtivos no Estado, por meio de financiamentos das atividades produtivas e de investimento com participação acionária nos novos empreendimentos.

 

Para mais informações, acesse: www.bandes.com.br

 

INCENTIVO FISCAL FEDERAL

Sudene

A Superintendência para Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) tem por finalidade promover o desenvolvimento includente e sustentável de sua área de atuação e a integração competitiva da base produtiva regional na economia nacional e internacional.

31 municípios capixabas estão na área de abrangência da Sudene, que prevê incentivos fiscais federais para novos investimentos em sua área de atuação.

 

Mais detalhes: http://www.sudene.gov.br